close
Saúde

Psicóloga ensina caminho para alcançar os objetivos traçados para 2021

Na passagem de ano, é comum fazermos um balanço de como foram os nossos últimos 12 meses e como queremos que sejam os próximos. Aí é que entram as famosas metas, como: realizar o que não conseguiu no ano anterior, emagrecer, guardar dinheiro, se alimentar melhor, fazer exercícios, dedicar mais tempo a você, entre tantas outras. Mas isso não é tão fácil de realizar. Segundo a psicóloga Aline Melo do Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS), do São Cristóvão Saúde, para que possamos buscar um objetivo, primeiro precisamos compreender a importância de cada meta e o quanto isso nos faria bem. “Trabalhar a técnica de visualização de nossos desejos e o sentimento gerado ao imaginar que o alcançamos, é uma possibilidade importante no fortalecimento da nossa motivação, que é o combustível necessário para mudanças de comportamento no intuito de alcançar nossas metas.”

Uma das coisas que podem dificultar essas conquistas é a autossabotagem, gerada a partir de sentimentos ocultos ou inconscientes, associados a crenças sobre a concretização de determinada meta. “Tais sentimentos nem sempre estão conectados apenas à parte positiva da realização da nossa vontade. Por exemplo, muitas vezes desejamos ser bem-sucedidos em nossa carreira, entretanto, inconscientemente temos uma sensação de que tal possibilidade pode gerar inveja nos nossos colegas de trabalho ou gerar muitas horas de expediente, atrapalhando os momentos de lazer com nossa família, entre outras possibilidades. Assim, apesar de acreditarmos que estamos fazendo todos os esforços para conseguirmos o que desejamos, ainda temos atitudes contrárias ao que planejamos e, muitas vezes, sem nem notarmos. Dessa maneira, a melhor forma de verificarmos se há comportamentos de autossabotagem é pelo autoconhecimento, compreendendo as nossas emoções e analisando se nossos comportamentos estão alinhados ao nosso objetivo”, disse a psicóloga.

Pensamentos negativos também fazem parte do processo e melhor do que trabalhar a mente para não ter esse tipo de pensamento, é tentar compreendê-los e não os fortalecer quando aparecerem. “É difícil controlar a negatividade em alguns momentos, principalmente quando as coisas não saem do jeito que planejamos. Entretanto, é preciso saber lidar com esses pensamentos, entender o motivo pelos quais eles ocorrem e tentar mudar o foco. Isso é um exercício importante e contínuo”, ressaltou a especialista Aline Melo.

Por fim, para checar se está no caminho certo e de encontro à realização das metas propostas, é preciso analisar os comportamentos e se os resultados são os esperados.

Tags : grupo são cristóvão saúdepsicólogapsicologia

Casino siteleri

- Kalebet -
Holiganbet
- Meritroyalbet giriş - mersin escort - www.mersindugun.com - Trbet giriş