Renato Suzuki, da Sandoz, fala sobre a aceleração da jornada digital em tempos de pandemia

Renato Suzuki, da Sandoz, fala sobre a aceleração da jornada digital em tempos de pandemia

 

Reconhecida mundialmente pela produção de genéricos farmacêuticos e biossimilares, a Sandoz do Grupo Novartis, segue uma estratégia de acesso integrada que foca no trabalho no aprimoramento ao acesso a medicamentos, acesso à informação médica e acesso à capacitação médica.

Todavia, com a pandemia do novo coronavírus, a empresa precisou mudar suas estratégias, incluindo àquelas voltadas ao setor de Comunicação.

Em entrevista a Plataforma da Healthcare, o Gerente de Marketing da Sandoz, Renato Suzuki, explica que para viver esse novo momento, o setor tem redirecionado os esforços para fortalecer ainda mais o fluxo de comunicação com a equipe.

“A transparência é essencial. Todos estão atualizados sobre os movimentos da companhia e do mercado por meio de fóruns com a liderança, além – é claro – das ações relacionadas aos pacientes e profissionais de saúde”.

 

Confira a entrevista completa com o executivo da Sandoz.

GM: Se for possível traçar um paralelo antes e depois da pandemia, quais são as principais transformações que a COVID-19 trouxe para o setor de comunicação e marketing da empresa? De que forma a COVID-19 impactou este setor?

Acredito que a pandemia trouxe um cenário desafiador e de mudanças em todos os aspectos: pessoal e profissional. Em um primeiro momento, é importante destacar que a Sandoz respeita as orientações de saúde e segurança e todos os colaboradores estão em home office desde março com retorno previsto para setembro, sendo que essa data pode sofrer alterações, dependendo do cenário.

No caso da área de Marketing, todas as atividades comerciais também passaram a ser implementadas em modelo de home office. Para viver esse novo momento, o primeiro passo foi direcionar os esforços do time para fortalecer ainda mais nosso fluxo de comunicação com a equipe.

A transparência é essencial, portanto todos estão atualizados sobre os movimentos da companhia e do mercado por meio de fóruns com a liderança, além – é claro – das ações relacionadas aos pacientes e profissionais de saúde.

Do ponto de vista técnico, acreditamos que esse momento é uma oportunidade para intensificar e fortalecer a capacitação da equipe de Vendas, produzindo mais conteúdos de qualidade para agregar conhecimento de mercado e argumentações de vendas.

Outro ponto de destaque foi a aceleração da jornada digital da Sandoz, por meio de orientações para uso das ferramentas digitais disponíveis pela empresa, com sugestão de materiais e abordagem adaptada.

Fomentar a troca de boas práticas entre toda a equipe comercial também é uma experiência, afinal a pandemia é uma situação nova para todos nós e sempre podemos aprender.

Além disso, as ações motivacionais buscam reforçar o engajamento da equipe nesse momento tão difícil, trazendo também o envolvimento da família dos colaboradores para a nossa Família Sandoz.

 

GM: Ainda sobre o atual contexto que estamos vivendo, quais foram as principais oportunidades identificadas pelo setor de Marketing e Comunicação?

Mesmo perante aos impactos econômicos negativos derivados da pandemia, ainda temos o privilégio de atuar em um setor econômico em crescimento. Além disso, é sempre importante buscar encontrar as oportunidades em cenários desafiadores.

Por exemplo, com base em nossa análise de mercado, percebemos uma evolução importante na demanda do mercado dos produtos da saúde cardiovascular e sistema nervoso central. Esses estudos nos ajudam a direcionar nossas ações e esforços para atender a demanda da população e da área de saúde.

Como informação e conhecimento são pilares importantes, empoderamos ainda mais nossa equipe com ferramentas de análises detalhadas por segmento e por região, possibilitando uma atuação mais precisa, com uma abordagem consultiva e sucinta, oferecendo aos clientes propostas que agreguem aos seus negócios.

Os profissionais de saúde são verdadeiros heróis dessa luta contra a pandemia de COVID-19 e temos o privilégio de trabalhar ao lado dessas pessoas.

Sabemos que o momento é de foco total para combater a pandemia e, por conta disso, percebemos também a oportunidade de fortalecer nossa relação com médicos, farmacêuticos, balconistas, entre outros profissionais de saúde.

Por se tratar de um novo vírus, informações científicas são importantes para gerar discussões significativas e, com isso em mente, lançamos uma série de Webinars chamada “Diálogos da Saúde”, onde importantes formadores de opinião abordam assuntos relacionados ao COVID-19 e seus desdobramentos. Somente por esta plataforma, já atingimos mais de 6.000 profissionais.

 

GM: Como estão voltadas as ações de Marketing da empresa em tempos de pandemia?

Durante a pandemia, seguimos com a divulgação institucional, focada no meio digital. Como eu disse, a Sandoz já estava em uma jornada digital, mas – sem dúvidas – a pandemia nos forçou a acelerar esse processo.

O interessante é que estamos aprendendo juntos, buscando benchmarking com empresas experientes, conhecendo novos conteúdos e descobrindo novas maneiras de implementar as ações de marketing.

Outro ponto interessante é poder ajudar nossos clientes com materiais para ajudar na pandemia.

Por exemplo, desenvolvemos um tótem de álcool em gel para algumas farmácias com as mensagens institucionais da Sandoz, porém direcionadas para os cuidados que devemos ter durante esse cenário do coronavírus.

Além, é claro, das webinars “Diálogos de Saúde” que mencionei anteriormente.

 

GM: Na sua opinião, qual o papel que o Marketing tem desempenhado neste contexto de pandemia? Como a empresa tem se diferenciado a fim de valorizar e potencializar sua marca no mercado?

Conforme comentei, acredito que o papel das empresas é de apoio ao momento em que estamos vivendo e, no nosso caso, direcionar os esforços para os profissionais de saúde.

Enquanto Marketing, trabalhamos com a equipe de Vendas que é nosso contato mais próximo com os clientes, portanto acredito que temos um papel estratégico para ajudar esse parceiro a enfrentar esse momento desafiador.

A missão da Sandoz é melhorar e prolongar a vida das pessoas. Entendemos, graças à ciência e à experiência anterior de outros países, que o isolamento social ainda é nossa melhor e mais imediata defesa contra o vírus.

Logo, acredito que potencializar a marca no mercado é respeitar a ciência e se colocar à disposição para ajudar o mundo no combate ao COVID-19.

 

GM: De que forma o Marketing e Comunicação da empresa vem atuando a fim de reforçar a responsabilidade social da empresa, uma vez que esse fator torna-se de grande valor para a imagem da marca?

Retribuir para a sociedade é um dos valores da companhia. A Sandoz e o Grupo Novartis realizam ações em diversas frentes, promovendo suporte, prevenção e proteção à sociedade no combate à crise de saúde e econômica causada pelo COVID-19.

Suporte à Sociedade

A empresa está disponibilizando o equivalente a R$ 5,5 milhões* em doses de medicamentos ao estado do Paraná, ao município de São Paulo e ao Governo Federal, a fim de ajudar na estabilização do sistema de saúde.

Adicionalmente, houve doação de cerca de R$ 5 milhões para 45 instituições brasileiras não governamentais, cuidadosamente selecionadas, para ampliarem os cuidados e atenção aos pacientes e assim gerenciarem os desafios impostos pela pandemia nas comunidades mais vulneráveis.

*valor médio de mercado dos medicamentos fornecidos pela empresa.

Apoio a profissionais de linha de frente

A Sandoz e Grupo Novartis também doou cerca de 100 mil máscaras e 50 mil luvas a profissionais da linha de frente de atuação da crise, através da ANVISA. Por fim, disponibilizamos a Carreta Novartis da Saúde (tradicionalmente utilizada para o combate à hanseníase) à Secretaria de Saúde do Distrito Federal para apoiar a campanha de vacinação contra a gripe.

Por se tratar de um novo vírus, informações científicas são importantes para gerar discussões significativas e, com isso em mente, lançamos uma série de Webinars chamada “Diálogos da Saúde”, onde importantes formadores de opinião abordam assuntos relacionados ao COVID-19 e seus desdobramentos. Somente por esta plataforma, já atingimos mais de 6.000 profissionais de saúde.

Compromisso irrestrito com seus colaboradores durante a crise

A companhia oferece ainda uma licença extra de 12 dias úteis, para os casos em que nossos funcionários necessitem dar suporte a filhos e parentes próximos.

A saúde de nossos colaboradores e familiares é de extrema prioridade para a empresa, que promoveu entre outras ações uma campanha de vacinação de gripe gratuita, incluindo 4 mil pessoas, entregou um kit contendo 50 máscaras aos seus colaboradores, além de oferecer ajuda psicológica a funcionários e familiares.

Já para estimular a curiosidade e educação neste período, a empresa ofereceu recursos de aprendizagem e 3.800 módulos de cursos online.

Compromisso com os nossos pacientes

Com intuito de esclarecer dúvidas de pacientes e cuidadores, e desta forma, auxiliar na aderência de recomendações médicas, os Programas de Suporte ao Paciente seguem ativos com atendimento virtual.

Serviços que visam a contínua segurança, menor exposição dos pacientes a riscos de contaminação e ao mesmo tempo viabilizam a continuidade de tratamentos atuais; alguns exemplos de ações realizadas são: aplicações domiciliares de algumas de nossas terapias com suporte de enfermeiras especializadas, treinamento e disponibilização de serviço de telemedicina seguro para continuidade de consultas médicas, entre outras ações de conveniência disponíveis aos pacientes.

E o mais importante, a Sandoz e o Grupo Novartis não antecipa interrupções na produção e entrega de seus medicamentos a pacientes e prestadores de serviços de saúde, arcando com custos logísticos mais altos, quando necessário.

Vencendo o vírus através de nossa ciência e inovação

À medida que o COVID-19 se espalha por todo mundo, médicos e pacientes esperam ansiosos por opções de tratamento.

Como parte de seu compromisso de pesquisa e desenvolvimento, a Sandoz e o Grupo Novartis formou uma equipe de investigação clínica para avaliar medicamentos já aprovados para outras doenças ou em fase de desenvolvimento que possam ser úteis e eficazes no tratamento da COVID-19.

Atualmente, três produtos estão em avaliação, que são: ruxolitinibe, canaquinumabe e a hidroxicloroquina. Entretanto, vale reforçar que esses produtos estão em fase de estudos e não estão aprovados para tal uso.

 

GM: Assim como a pandemia está transformando nossas relações interpessoais, como a COVID-19 tem impactado o Marketing? Como esse setor sairá depois com o novo normal?

Acredito que todas as áreas foram impactadas pela pandemia e no Marketing, não seria diferente. O planejamento da área precisou ser revisitado para dar prioridade ao que realmente importa e acredito que nos movimentou para buscarmos cada vez mais, soluções inovadoras.

A cultura da Sandoz está apoiada em 3 pilares: unbossed, curioso e inspirador. Acredito muito que esses 3 valores são essenciais para cenários desafiadores. Afinal, o Marketing também precisa se adaptar para conseguir gerar valor aos clientes e pacientes.

O “novo normal” é um conceito que estamos ouvindo bastante, mas acredito que ainda temos muito o que aprender com essa pandemia.

Os estudos estão avançando e precisamos ouvir e respeitar as autoridades de saúde para entender como o mundo estará daqui pra frente… Mas de uma coisa, eu tenho certeza: o Marketing sairá com mais conhecimentos na bagagem, com mais resiliência para enfrentar desafios e com a mente mais aberta para explorar novidades para se reinventar.

Leia mais sobre as estratégias de Marketing pelo olhar de cada especialista.

Rejane Dias, Gerente de Marketing da ABIMO, aposta em ferramentas online frente à Covid-19

Guilherme Batimarchi, do Marketing na APOIO Ecolimp e ABCIS, fala sobre os impactos da Covid-19 no segmento

Roger Spalding, da Air Liquide Brasil e América Latina, fala sobre visão 360ª na Comunicação Corporativa

“Todo novo dia é um novo normal”, afirma Felipe Balestrin, da COMPASS, sobre os impactos da Covid-19

O marketing estratégico frente ao Novo Normal

Caroline Silva, da Avaya, fala sobre as exigências tecnológicas impostas pelo isolamento social

Marketing do Grupo São Cristóvão Saúde cria planejamento completo frente ao novo coronavírus

Em tempos de pandemia, Comunicação do Hospital Moriah investe em ações voltadas à promoção da Saúde

Covid-19 acelerou a digitalização das ações de marketing, afirma Claudio Curvelo, da Fanem

 

Esta matéria e muito mais você confere na edição 69 da Revista Healthcare Management!

Próximo Post
  ASSINE A NEWSLETTER

WEBINÁRIO | Covid-19

HCM | Edição 74

Assine as revistas do Grupo Mídia

Quer falar com o mercado da saúde?
Fale com a gente!

16 3913 – 9800

Assinaturas e circulação: assinatura@grupomidia.com
Atendimento ao leitor: atendimento@grupomidia.com
Redação: redacao@grupomidia.com
Comercial: comercial@grupomidia.com