Ideias, Tendências, Líderes e Práticas

Santa Casa de Montes Claros mostra, na prática, que com uma boa gestão é possível fazer a diferença

Um dos destaques é a ferramenta ‘Painel de Gestão à vista’, um dos primeiros e mais completos sistemas de dados do país

O país assiste atualmente a deterioração das condições gerais da saúde pública, onde mais de duas mil instituições desse setor, fecharam suas portas somente nos dois últimos anos. A situação tem afetado principalmente a população mais carente que depende desse atendimento.

fachada SatCasaMontesClaros 300x203 - Santa Casa de Montes Claros mostra, na prática, que com uma boa gestão é possível fazer a diferençaApesar das dificuldades, alguns hospitais têm transformado a crise em estímulo para inovar e fazer diferente. Assim tem sido no Norte de Minas Gerais, com a Santa Casa de Montes Claros, que vem demonstrando seu mais alto desempenho no que tange a gestão e desenvolvimento de recursos e pessoas.

Às vésperas de comemorar 147 anos de trabalhos ininterruptos, a instituição que nasceu exercendo o trabalho filantrópico por meio das irmãs de caridade que se dedicaram a cuidar da população carente, vive um momento ímpar em sua história. Tendo como maioria absoluta seu atendimento destinado aos usuários do Sistema Único de Saúde – SUS, a instituição, através de uma gestão arrojada e dinâmica, vem transformando positivamente a assistência a saúde. O hospital tem alcançado grandes resultados e lançado ferramentas e projetos voltados para otimização do atendimento prestado.

Um dos destaques é a ferramenta ‘Painel de Gestão à vista’, um dos primeiros e mais completos sistemas de dados do país, totalmente desenvolvido pela própria instituição, que permite integrar toda a rede de informação hospitalar, acesso em tempo real e disseminação de informações aos responsáveis de forma rápida e eficiente.

O superintendente da instituição, Maurício Sérgio Sousa e Silva, explica que a necessidade de se criar um sistema próprio de dados, partiu da grande demanda de atendimentos e procedimentos realizados diariamente na instituição. O hospital é referência em média e alta complexidade, em uma área de atuação que assiste cerca de duas milhões de pessoas, provenientes de 86 municípios do norte do Estado, Vale do Jequitinhonha e Mucuri, em Minas Gerais, além do sudoeste da Bahia.

“Por ano, a Santa Casa realiza em média mais de 1 milhão e meio de procedimentos. Além disso, de acordo com o DataSUS, a instituição é a segunda maior maternidade do Estado. Em 2017 foram mais de 5 mil partos realizados. Por isso, a importância da gestão da informação em tempo real e à vista. Nesse processo, todas as etapas e atores do fluxo de atendimento são identificados e nomeados a fim de detectar as influências que exercem sobre a rotina hospitalar e antever problemas que possam surgir. Baseado nessa premissa, trabalhamos a criação desse sistema que tem sido fundamental para o bom funcionamento do nosso hospital”, explicou.

Por meio do Painel de Gestão, é possível mapear todas as áreas do hospital, desde assistencial ao administrativo, em tempo real. O sistema pode ser acessado e administrado de qualquer lugar por meio de um dispositivo com acesso a internet. A ferramenta permite a atualização, de forma dinâmica, de dados da assistência e administração dos leitos das unidades de internação. É possível ainda, ter acesso a todo histórico do paciente, para soluções imediatas, tratamentos mais precisos, com maior qualidade e segurança.

A nova ferramenta rendeu a Santa Casa de Montes Claros reconhecimento a nível nacional e foi apresentada como case de sucesso em diversos eventos da área da Saúde em Minas Gerais e no Brasil.

Hospital referência em humanização
O Provedor da Instituição, Heli de Oliveira Penido, ressalta sobre outro grande projeto que coloca a Santa Casa frente das demais instituições de saúde, no que diz respeito a filantropia e sustentabilidade.

“A instituição não tem medido esforços para buscar recursos para manter, mesmo em meio as dificuldades, a excelência no serviço prestado. Investindo na ampliação das estruturas física e humana, criando projetos de captação de recursos como o ‘Amigos da Santa Casa’. Nesse projeto, por meio de apadrinhamento, estão sendo humanizados e reformados todos os quartos das enfermarias SUS do hospital, e temos o orgulho de poder dizer que em menos de 60 dias de lançamento, todos os quartos foram apadrinhados e 34 deles já foram entregues à população”, conta o provedor, ressaltando que o projeto é único na região.

“O Amigos da Santa Casa busca padrinhos (empresas, entidades de classe e pessoas físicas) para financiarem a reforma de um ou mais quartos do SUS, que são totalmente revitalizados e humanizados, recebendo climatização (ar condicionado), TV a cabo, nova mobília, pintura e papel de parede. Tudo isso para garantir atendimento igualitário entre pacientes do SUS, convênios e particulares”, completa Heli Penido.

O hospital também tem trabalhado na captação de doações individuais junto a população através da conta de energia ou pelo site da instituição por meio do projeto ‘Pratique o Bem, o Resto Vem’, que realiza outras diversas ações e eventos de captação de recursos direcionados ao custeio da instituição. Além dessas ações, o hospital tem conseguido ampliar e modernizar todo seu parque tecnológico, sendo sua mais recente aquisição, um novo e moderno Acelerador Linear. O equipamento ampliará substancialmente a capacidade de atendimento dos pacientes oncológicos.

Pioneira na implementação de novas técnologias e serviços, a Santa Casa de Montes Claros inaugurou em junho deste ano, a mais completa clínica de Oncologia do norte de Minas Gerais. A Oncocenter alia as mais modernas técnicas de tratamento a humanização já tradicional dos serviços da Santa Casa. O local oferece um atendimento integral e completo aos pacientes oncológicos, que contam com corpo clínico altamente especializado, ambiente amplo e moderno, fisioterapeutas, ondontologista oncológico, nutricionistas e piscólogos.

A clínica conta ainda, no mesmo prédio, com o suporte da Clínica de Radioterapia Radialis, que possui tecnologia única no Estado e tem a Santa Casa de Montes Claros como hospital referência para internações e cirurgias.

O ensino e pesquisa é outro forte pilar da instituição, que implantou um sistema de ensino modelo: o Instituto de Pesquisa e Ensino Imaculada Conceição (IPEIC), que oferece cursos de capacitação nas áreas de saúde e gestão, e que já trabalha para implementar cursos técnicos a partir de 2019.

Sendo o corpo laboral a grande força motriz do hospital, a direção tem investido na capacitação e retenção de talentos com programas como: Escola de Líderes, Gestão por Competências e protocolos assistenciais exclusivos que têm o objetivo de otimizar os serviços prestados.

A Santa Casa de Montes Claros se orgulha em ter sido a primeira Santa Casa do Brasil a ser certificada em Nível III como Hospital Acreditado com Excelência pela Organização Nacional de Saúde (ONA) e pelo Ministério da Saúde. Essa é a maior certificação de qualidade a nível nacional a ser concedida a uma instituição de saúde.

“O hospital tem mostrado, na prática, como ser exemplo no serviço filantrópico, reafirmando o seu compromisso de ser um hospital confiável, humanizado e comprometido com aqueles que mais necessitam. A Santa Casa de Montes Claros comprova seu reconhecimento nacional pela excelência dos seus serviços e gestão”, afirma o superintendente.

Diante do seu compromisso com a excelência na saúde, a Santa Casa de Montes Claros promove a humanização do seu atendimento sem deixar de lado o profissionalismo e atualização dos serviços prestados à população regional, que a vê como o ‘coração da saúde norte-mineira’. O superintendente Maurício Sérgio
reconhece a importância do hospital e a responsabilidade que é estar à frente dessa centenária instituição.

“Trata-se de um trabalho extremamente gratificante e que tenho a honra de poder fazer parte. Tudo isso só é possível, graças a confiança e autonomia destinada a mim pelo nosso líder e provedor, o Senhor Heli Penido. Sou muito grato ainda ao nosso corpo diretório, aos nossos mais de 2 mil colaboradores e 450 médicos que se edicam diuturnamente em fazer da Santa Casa de Montes Claros o melhor e maior hospital da região”, finalizou Maurício Sérgio.

Esta matéria foi publicada na 55ª Revista HealthCare Management.

CLIQUE AQUI E SELECIONE O IDIOMA