Clicky

Tecnologia permite ao cidadão acompanhar em tempo real o avanço de obras públicas na área da Saúde em São Paulo

Mais de 150 ações do programa municipal “Avança Saúde” são monitoradas 24 horas por dia na internet com auxílio de software. Serviço reforça a transparência e a cobrança da população no gerenciamento de projeto estimado em 200 milhões de dólares

A Saúde Pública terminou 2020 sendo considerada o principal problema do país – como apontou pesquisa do Instituto Datafolha em dezembro passado, em que a área foi citada por 27% dos brasileiros – e se transformou na maior agenda nacional da atualidade em meio às mais de 230 mil mortes decorrentes por Covid-19 no país. A exposição de problemas profundos no setor ressignificou a importância de os governos investirem em infraestrutura e na gestão dos recursos necessários para o desenvolvimento dos sistemas de saúde. Em São Paulo (SP), o acompanhamento da população em relação aos investimentos na área estão mais evidentes em decorrência do uso da tecnologia.

O programa “Avança Saúde” da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, já em curso, e que tem como objetivo reestruturar, qualificar e ampliar a rede de atendimento aos pacientes apostou na inovação e em softwares especializados para a gestão completa de seu ambicioso projeto, que vai poder ajudar, por exemplo, a reduzir um déficit de leitos hospitalares e possibilitar a construção e reforma de unidades da saúde na capital paulista. Além disso, parte dos recursos serão investidos para a aquisição de equipamentos de média e alta complexidade para a área da saúde, como tomógrafos e aparelhos de ressonância magnética.

Essa adesão tecnológica tem por objetivo maximizar o poder de decisão e o controle das iniciativas que visam melhorar as condições de saúde dos paulistanos que usam o sistema de saúde da capital.

Um dos principais recursos dessa gestão digital é a possibilidade de qualquer cidadão acompanhar o andamento das iniciativas do programa por meio de um mapa interativo, o OBras.gov. O produto da Softplan, desenvolvedora de software para gestão pública do Brasil, é atualizado em tempo real, na internet, e contempla o andamento de cada uma das mais de 150 ações que fazem parte do projeto. A aplicação permite o acesso às informações básicas das obras, o status de execução, além de informações financeiras e até mesmo fotos do canteiro de obras.
Humberto Schmidt, coordenador geral do Avança Saúde São Paulo, destaca que a solução encontrada pela prefeitura de São Paulo gera mais transparência no uso de dinheiro público e empodera o cidadão a cobrar o prosseguimento, a entrega e a prestação de contas de cada obra, dentro dos prazos e recursos estabelecidos em contrato. “Hoje um cidadão que queira saber em que estágio está a obra da região do bairro em que ele mora, tem acesso fácil online e em tempo real. Isso ajuda não só na gestão do projeto, mas confere transparência aos dados para a sociedade”, reforça Schmidt.

Gestão 100% digital

A procura por soluções capazes de potencializar esse trabalho de gerenciamento das obras e dos recursos se deve à complexidade envolvida na administração e prestação de contas de projetos com financiamento externo, como é o caso do Avança Saúde, que exige um sistema informatizado para acompanhamento do programa. O projeto, estimado em 200 milhões de dólares, tem metade do valor financiado pelo Banco Internacional de Desenvolvimento (BID), e o restante, por meio de recursos próprios da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo.

Nesse tipo de contrato, com apoio financeiro externo vindo de instituições como o Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), FONPLATA e Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) – que viabilizam obras de infraestrutura em países em desenvolvimento – são exigidas comprovações fidedignas de cada ação realizada, além da prestação de contas para diversos agentes de controle; desembolso de acordo com o andamento e o atingimento de metas e obediência aos termos do empréstimo. Por isso é solicitado o uso de sistemas de gestão inteligentes capazes de mitigar falhas ao longo de todo o processo de planejamento, execução, conclusão e relatório de entregas.

No caso do “Avança Saúde”, a gestão do programa é feita de forma 100% digital em parceria com a Softplan, vencedora da licitação para fornecer tecnologia de ponta e auxiliar na gestão do programa. Além do Obras.gov, a empresa implantou o SAFF, solução para administração físico-financeira e contábil de processos e documentos em plataforma única.

O software se destaca por ser uma solução SaaS de gestão de projetos de desenvolvimento, que atende e acompanha a evolução dos indicadores de todos os requisitos exigidos pelos financiadores externos, seguindo regras internacionais de segurança da informação. A solução controla desde a execução do programa até a medição do desempenho do projeto conforme o planejado em quatro blocos: planejamento, aquisições, financeiro e monitoramento e controle do projeto.

“O sistema centraliza todos os processos e documentos ligados ao “Avança Saúde” e isso, de fato, proporciona uma rápida e maior transparência da gestão físico e financeira do projeto ao banco a qualquer tempo. A ferramenta facilita ainda o acesso às informações e gera automaticamente os relatórios que o BID nos solicita semestralmente. Os painéis e relatórios são fundamentais para coordenar um projeto grandioso como esse”, aponta Humberto Schmidt.

Próximo Post

HCM | Edição 76

  ASSINE A NEWSLETTER

Assine as revistas do Grupo Mídia

Quer falar com o mercado da saúde?
Fale com a gente!

16 3913 – 9800

Assinaturas e circulação: assinatura@grupomidia.com
Atendimento ao leitor: atendimento@grupomidia.com
Redação: redacao@grupomidia.com
Comercial: comercial@grupomidia.com