Planos odontológicos podem encerrar 2019 com 26 milhões de beneficiários

Levantamento do IESS indica que setor pode fechar o ano com recorde histórico

Quase 1,6 milhão de novos brasileiros passaram a contar com planos exclusivamente odontológicos nos 12 meses encerrados em novembro de 2019, conforme aponta a Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB), do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). Com o resultado, esse tipo de plano passa a atender 25,8 milhões de vínculos no País.

José Cechin, superintendente executivo do IESS, acredita que na apuração dos números de dezembro, o setor possa chegar ao recorde de 26 milhões de beneficiários. “Desde setembro temos registrado um saldo mensal de mais de 300 mil novos vínculos e, se esse comportamento se mantiver no último mês no ano, o setor poderá registrar esse recorde histórico”, avalia.

Por outro lado, o total de beneficiários de planos de saúde médico-hospitalares continua praticamente estável. Nos 12 meses encerrados em novembro, o segmento teve um leve recuo de 0,03%. O que equivale a 12,5 mil vínculos rompidos. No total, há 47,2 milhões de beneficiários deste tipo de plano no Brasil.

A NAB indica que São Paulo foi o Estado em que mais planos exclusivamente odontológicos foram contratados. Entre novembro de 2019 e o mesmo mês do ano anterior, 629,7 mil novos vínculos deste tipo foram firmados no Estado. Alta de 7,4%. Por outro lado, esta foi a Unidade da Federação com o segundo maior número de rompimentos de contratos com planos médico-hospitalares: 38,6 mil. O que representa 0,2% do total no Estado. Apenas Santa Catarina perdeu mais vínculos no período analisado, 39,8 mil ou 2,6%.

Veja mais posts relacionados

  ASSINE A NEWSLETTER