Clicky

Fórum HCB 2021: um think tank para área da Saúde

 

A expressão “Think tank” pode ser definida como as instituições e iniciativas que se dedicam a produzir conhecimento sobre temas políticos, econômicos ou científicos e políticos. Essas instituições pautam debates sociais por meio da publicação de artigos, estudos e participação de seus integrantes na mídia. Além disso, os “think tanks” também projetam alternativas e efeitos de possíveis impasses da sociedade.

A expressão é umagíriaamericana do período de segunda guerra e se referia às salas onde estrategistas discutiam os planos. A principal função de um “think tank” é influenciar a tomada de decisão das esferas pública e privada, bem como de formuladores de políticas no que se refere aos temas que estão em pauta.

A partir da década de 1980, devido à globalização, é que os “think tanks“ se tornaram populares ao redor do mundo. Após 1991, com o fim daGuerra Fria, juntamente com a intensificação do processo de globalização, ocorreu um crescimento enorme do número de instituições como essa ao redor do globo, sendo que metade dos existentes atualmente foi fundados após a década de 1980.

Na área da saúde existem várias iniciativas de pensar o assunto profundamente e um deles é o Fórum Healthcare Business, realizado pelo Grupo Mídia desde 2013, agenda obrigatória de gestores tomadores de decisão de toda a cadeia de valor da saúde. O evento proporciona momentos de conhecimento, networking e lazer aos convidados do Grupo Mídia, líderes da cadeia de saúde. O Fórum é um verdadeiro “Think tank” brasileiro da área da saúde.

Esse ano traz como tema “Liderança em saúde: resiliência no mundo após a pandemia” e pela primeira vez, todo o conteúdo será criado a quatro mãos: Grupo Mídia e Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN).

O LAIS/URFN está situado no Hospital Universitário Onofre Lopes – HUOL, sendo o primeiro laboratório instalado em um hospital brasileiro com a proposta de promover a inovação tecnológica em saúde. Foi criado em março de 2011 e tem como alicerce a combinação de saberes das áreas da Saúde, Engenharias, Tecnologias da Informação e Comunicação.

Durante o encontro muitas apresentações fundamentais. Na palestra de abertura, “O uso de Inteligência artificial aplicada ao diagnóstico: O caso da Sífilis” ministrado por Ricardo Valentim, Diretor Executivo da Lais/UFRN e a “Disrupção tecnológica na área de logística” apresentada pela Diretora de Novos Negócios da Unihealth Logística.

Em seguida o debate para falar dos avanços da saúde baseada em valor, analisando os obstáculos e desafios e resultados obtidos através de novos modelos de remuneração, destacando os resultados obtidos através de como a Covid-19 impactou nesses novos modelos. Os debatedores como Marcelo Carnielo, Diretor de Serviços da Planisa, Fernando Pinto Presidente da Unimed Natal, Daniela Medeiros do Hospital Mão de Deus e Rafael Gomes de Castro, Presidente da Unimed Petrópolis e como moderador Alceu Alves, Vice Presidente da MV.

Em seguida a palestra “Hospital Santa Cruz – Hospedagem de Imagens do PACS na Novem” apresentada pelo Diretor de Clientes na DataRain Consulting e após o debate “Decodificando o DNA do Futuro” onde líderes do setor analisarão o hospital do futuro, e como os investimentos para a melhoria do atendimento e qual o papel da liderança diante as novas demandas do mercado. Debatendo esse assunto fundamental. Fernando Torelly CEO da HCor São Paulo, Felipe Salvador Ligório, Diretor Médico da Rede Mater Dei de Saúde, Kenneth Almeida, Diretor Executivo de Inovação, Pesquisa e Educação do Hospital Alemão Oswaldo Crus e Edi Souza, Diretor Executivo do Hospital Sírio Libanês com a moderação de Roberto Madid, CEO da Unique Medical Center.

No dia 18 de outubro a manhã, Mauro Junqueira, Secretário Executivo do CONASEMS palestra dos os “Desafios do SUS no Pós Pandemia” seguido pela apresentação de Fernando Zucki , Diretor Comercial da SISQUAL WFM sobre “O futuro do gerenciamento do trabalho: produtividade, economia e segurança do paciente em Sintonia”.

O debate de “Tecnologias alavancadas pela pandemia: quais serão as soluções tecnológicas mais requisitadas e quais será substituídas na era pós-covid?” debatidos por Jeferson Sadocci, Diretor Corporativo Comercial da MV, Raimundo Nonato B. Cardoso da Healthcare Business Development Director na InterSystems, Fernando Ferrari, Diretor-Geral da Doc24 no Brasil e Plínio Targa, CEO da Brain4care, como Moderador Fábio Carvalho, Diretor Executivo da Operadora Garantia de Saúde da Rede Adventista de Saúde do Pará.

A tarde, a apresentação de “Go Health – Hospital do Futuro” de Marcelo Leite Benvides, Cofundador e Diretor de Serviços da GoAhead e o debate sobre a “lei de inovação tecnológica no Brasil e seus desafios” como debatedores o Biomédico Leonardo Lima diretor em Imunologia e pesquisador do LAIS, Carlos Alberto Pereira de Oliveira, Coordenador do Projeto “Sífilis Não” pesquisador da LAIS/UFRN, Vice-diretor do IFHT/UERJ e Assessor Externo da OMS para Estratégia de Aprendizagem e Márcio Bosio, Diretor Institucional da ABIMO moderado por Ricardo Valentim, Diretor Executivo da LAIS/UFRN.

Como disse, o Fórum HCB 2021 é como um “think tank”: entre inúmeras funções as que para ser considerada a sua principal que é a divulgação de estudos relevantes que gerem debates e produzam resultados práticos. Para que a pauta consiga o engajamento da opinião do setor, o think tank tem a missão de traduzir suas pesquisas a uma linguagem mais acessível e confiável e tem o papel de reproduzir soluções ágeis e criativas com o trabalho do Grupo Mídia.

Próximo Post

HCM | Edição 77

HCM | Edição 76

  ASSINE A NEWSLETTER

Assine as revistas do Grupo Mídia

Quer falar com o mercado da saúde?
Fale com a gente!

16 3913 – 9800

Assinaturas e circulação: assinatura@grupomidia.com
Atendimento ao leitor: atendimento@grupomidia.com
Redação: redacao@grupomidia.com
Comercial: comercial@grupomidia.com