Detentora da acreditação Nível Ouro, SAMP é referência em saúde no Espírito Santo

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) instituiu um Programa de Acreditação que tem como objetivo certificar a qualidade assistencial das operadoras de planos de saúde, de acordo com avaliação feita por entidades de acreditação devidamente homologadas. A acreditação da agência é conferida em três níveis, sendo o Nível 1 (Ouro) atribuído às operadoras de planos de saúde com maior pontuação (entre 90 e 100 pontos).

Em busca de garantir o melhor patamar em diversas áreas, como administração, estrutura, operação dos serviços, desempenho da rede de profissionais e nível de satisfação dos beneficiários, as instituições brasileiras têm investido nesta acreditação da ANS.

No estado do Espírito Santo, a primeira operadora de medicina de grupo é a Samp. A empresa detém o selo Ouro, nível máximo de Acreditação pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), no Brasil.

De acordo com o CEO da Samp, André Madureira, para conquistar esse selo a empresa passou por um rigoroso processo de certificação, que envolve diversas etapas e tem como premissa promover qualidade assistencial e segurança para o cliente no segmento de planos de saúde.

“Nossa empresa se empenhou em elevar ainda mais o padrão de qualidade dos serviços oferecidos, seguindo rigorosamente todas as regras e recomendações da ANS. Investimentos reiterados em inovação, qualificação técnica e administrativa, modernização e ampliação das estruturas físicas e de atendimento”, ressalta o diretor.

Segundo Madureira, obter essa acreditação fez com que a empresa se tornasse uma referência em todo o país. “Conquistar esse selo é um importante diferencial competitivo. Em qualquer segmento, uma certificação de qualidade emitida por um órgão certificador tem reflexos positivos e agrega valor e credibilidade à marca.”

Além da valorização no mercado, a acreditação trouxe melhorias na gestão e no desenvolvimento de processos internos da Samp. “Temos, hoje, uma administração cada vez mais comprometida com a eficiência e a padronização dos serviços. A certificação nos estimula a investir e desenvolver projetos inovadores, com foco na excelência do atendimento e na atenção à saúde de todos os beneficiários”, afirma Madureira.

Manutenção da certificação

Segundo o diretor, a Samp pretende estimular a melhoria contínua dos processos internos, a fim de manter o selo conquistado. “A manutenção da certificação é tão importante quanto a sua obtenção. Nosso compromisso se tornou ainda maior. Estamos focados na ampliação da qualidade dos serviços prestados”.

Atualmente, a Samp atende 250 mil beneficiários em 63 cidades do Espírito Santo, com 1,2 mil prestadores credenciados e 12 unidades próprias de atendimento no estado nas cidades de Vitória, Vila Velha, Serra, Guarapari, Cariacica, Aracruz e Cachoeiro de Itapemirim. Juntas, estas unidades realizam mais de 65 mil atendimentos por mês.

Esta matéria e muito mais você encontra na edição 60 da revista Healthcare Management.

Veja mais posts relacionados