App lançado pela B. Braun gerencia o preparo das caixas cirúrgicas de forma mais simples e organizada

positivo hcm banner - App lançado pela B. Braun gerencia o preparo das caixas cirúrgicas de forma mais simples e organizadaPowered by Rock Convert

App lançado pela B. Braun gerencia o preparo das caixas cirúrgicas de forma mais simples e organizada

 

Pesquisa realizada pela B. Braun revelou que, desde 2013, 50% dos instrumentais cirúrgicos presentes nos hospitais ao redor do mundo apresentam problemas, o que, por muitas vezes, atrasa ou até impossibilita a realização de procedimentos cirúrgicos.

As causas são diversas, desde a falta de afiação e reparos inadequados, até a corrosão ou quebra dos instrumentais.  No Brasil, a estimativa é que 30% dos instrumentais cirúrgicos estejam em boas condições, enquanto 70% necessitam de manutenção ou substituição, pois não servem mais para uso.

“Instrumentais em más condições aumentam o risco de problemas durante os procedimentos cirúrgicos, que vão desde o atraso, cancelamento, complicações cirúrgicas ou até mesmo provocam infecção contraída pelo paciente”, relata Bruno Sotero, gerente de projetos Instrumental Cirúrgico e Equipamentos Aesculap da B. Braun.

 

“Em muitos casos, como não há uma manutenção preventiva, a única solução é o descarte e a substituição das peças, o que acaba exigindo mais aquisições de instrumentos, aumentando, assim, os gastos no orçamento”, completa.

A partir desta constatação, a B. Braun criou o TOM (Tray Organizing Manager), um sistema que realiza o gerenciamento do preparo das caixas cirúrgicas de uma forma muito mais simples e organizada.

“Trata-se de um aplicativo para gestão de instrumentais cirúrgicos. Uma solução inovadora porque elimina a necessidade da gestão do instrumental por meio físico, ou seja, sem toda aquela tradicional burocracia de preenchimento manual de formulários e check-lists, acabando com a utilização do papel e economizando o espaço que seria utilizado para o armazenamento de arquivos e ficheiros”, explica Sotero.

O TOM também é capaz de conferir as estatísticas de preparo das caixas, relacionando imagens ao nome do instrumento, contribuindo para reduzir as chances de erro humano, gerando maior controle, transparência e segurança para a instituição e o paciente.

 

HOSPITAL ANGELINA CARON

Com o sistema TOM, as interrupções dos procedimentos por causa de instrumental não ocorrem. A interface amigável e de fácil utilização suporta o gerenciamento de todo o processo que, em geral, consumiria muitas horas de trabalho da equipe.

“O aplicativo permite ter uma visão completa do que o corpo técnico está realizando na Central de Material e Esterilização (CME), no período determinado e, com isso, possibilita uma otimização do processo e da equipe”, sublinha Sotero.

 

Instituição que tem obtido resultados positivos com o TOM é o Hospital Angelina Caron. “Com o aplicativo, implementado desde 2019, o Hospital vem reduzindo cada vez mais o índice de interrupção de procedimentos por causa de problemas com os instrumentais”, ressalta o gerente da B. Braun.

Isso se faz possível porque o TOM realiza o monitoramento da produtividade do setor e da equipe, gerenciando o número de caixas preparadas por dia e hora; quais instrumentais – separados inclusive por fabricante – estão sendo mais utilizados no período; e ainda quais destes precisam de reparo.

“O Hospital também ganhou agilidade e mais precisão no preparo dos instrumentais das duas mil cirurgias que realiza mensalmente, aproximadamente”, reforça.

 

PARCERIA ESTRATÉGICA DOS HOSPITAIS

Sotero ressalta que não é somente o TOM que a B. Braun disponibiliza como solução para a CME e os hospitais. A empresa está investindo fortemente em tecnologia e em serviços voltados à otimização dos processos dos materiais. “Todo esse portfólio faz parte do conceito difundido pela companhia como Surgical Asset Management (SAM)”, explica.

O executivo relata ainda que o portfólio de soluções da companhia, que vai do diagnóstico e análise do inventário à melhoria dos processos e à otimização das caixas cirúrgicas, conta com a capacitação dos profissionais, por meio de treinamentos e workshops realizados pela Academia Aesculap.

“Com todos estes serviços, hoje a B. Braun Aesculap é, de fato, um parceiro estratégico dos hospitais, buscando em conjunto excelência nos processos da ME e qualidade e segurança no atendimento aos pacientes”, finaliza.

 

Com foco no mercado de Saúde brasileiro, de acordo com Bert Bender, diretor-presidente da B. Braun Brasil, diversos produtos e soluções serão lançados ao longo de 2020. Dentre as novidades já lançadas em anos anteriores, ele destaca tecnologias e produtos como Compact Plus, Easypump, Nutriflex, Cytoset, TOM, Omni, Askina Dressil e Prontosan, entre outros. “Além destes, temos previstos outros lançamentos para 2020.”

*matéria publicada na edição 68ª da revista Healthcare Management.



logo saude one 800 140 - App lançado pela B. Braun gerencia o preparo das caixas cirúrgicas de forma mais simples e organizada



 
Próximo Post
  ASSINE A NEWSLETTER

WEBINÁRIO | Covid-19

HCM | Edição 69

Revista Helthcare Management - Edição 69 width=

Assine as revistas do Grupo Mídia

Quer falar com o mercado da saúde?
Fale com a gente!

16 3913 – 9800

Assinaturas e circulação: assinatura@grupomidia.com
Atendimento ao leitor: atendimento@grupomidia.com
Redação: redacao@grupomidia.com
Comercial: comercial@grupomidia.com