Qual o Significado da Sustentabilidade no Setor Hospitalar?
Qual o Significado da Sustentabilidade no Setor Hospitalar?

 

Movimento pela qualidade, segurança e satisfação do cliente. Diálogo franco sobre questões éticas de transparência e governança.

No setor hospitalar do Brasil temos iniciativas de Sustentabilidade aqui e ali, empreendidas muitas vezes por líderes com perfil fora da curva e tratadas como simpáticas exceções. O tema sustentabilidade no setor hospitalar remete ao movimento pela qualidade, segurança e satisfação do cliente. A responsabilidade ampliou a capacidade da gestão dos hospitais para outros âmbitos, como o ambiental e o social.

Predominava uma visão filantrópica e com o amadurecimento do debate cresceu a percepção entre as organizações de que a responsabilidade socioambiental extrapolava estes aspectos, incluindo também o diálogo franco com as partes interessadas, questões éticas, de transparência e governança. Esses temas se deslocam da periferia para o centro das estratégias dos negócios, atendendo ao crescente interesse da sociedade pelos temas sociais e ambientais.

Não é uma moda passageira, que teve um pico e depois entrou em declínio. É algo que vem se intensificando e incorporando todos os segmentos da sociedade: legislação, organismos multilaterais, academia, empresas, iniciativas de organização do terceiro setor, associações e representantes da sociedade civil. Nos últimos anos, convencer os hospitais brasileiros sobre a importância da sustentabilidade era tarefa difícil. O discurso soava utópico, ingênuo em seus preceitos e fundamentado em racionalidade que parecia divergir da lógica.

Hoje, ao contrário, são as próprias organizações que recorrem à Sustentabilidade para conferir um novo sentido ao planejamento estratégico de seus negócios, certas de que não sobreviverão em mercados cada vez mais competitivos, e mais regulados por critérios não financeiros, se não tiverem a reputação de empresas éticas, transparentes, socialmente responsáveis e sustentáveis.

Cenário Internacional de Sustentabilidade Hospitalar

Um novo tipo de hospital tem surgido no cenário internacional. Socialmente responsável e preocupado com questões ambientais, estas organizações incluem em seus planejamentos estratégicos questões muito mais abrangentes do que as tradicionais metas econômico-financeira.

São hospitais preocupados com a sua inserção no meio onde operam e buscam levar em conta as necessidades e preocupações de todos os seus públicos de interesse, clientes, empregados, comunidade, governo, parceiros e fornecedores. Visam a criação de valor no longo prazo. Entre outras características podemos citar: a transparência, padrões de governança elevados e a gestão de recursos humanos orientada pela capacitação e satisfação de seus colaboradores.

Considerações sobre a Aplicabilidade

A sustentabilidade não é a próxima novidade ou tendência. Embora possa parecer um “modismo” não pode e não vai embora. Uma abordagem mais equilibrada e com efeito duradouro gira em torno da definição de como a Sustentabilidade será parte da cultura organizacional e infraestrutura para o setor hospitalar. Para compreender a Sustentabilidade e sua aplicação devemos levar em conta e considerar a parte Econômica, Ambiental e Social.

Econômico

A sustentabilidade econômica incide sobre a viabilidade financeira de um Hospital assim como os seus impactos na sociedade.Equilíbrio financeiro, contratação local de colaboradores e fornecedores são alguns exemplos.

Alguns outros esforços devem ser pensados, tais como redução dos riscos com a segurança de colaboradores e pacientes e a redução da emissão de carbono de suas atividades podendo gerar ganhos econômicos de longo prazo.

A criação de uma ferramenta estratégica como o BSC ajuda a determinar o impacto dos esforços de uma organização de saúde. Sustentabilidade pode economizar e fazer dinheiro.

Ambiental

A sustentabilidade ambiental é provavelmente o conceito mais fácil de entender que ações como a redução, reutilização, reciclagem e conscientização geram menos impactos nas organizações de Saúde. O plano estratégico para o meio ambiente irá guiar a organização de saúde em futuras tomadas de decisão, tais como, a construção de hospitais mais sustentáveis, gerenciamento da cadeia de fornecedor e monitoramento de indicadores ambientais.

Social

Existe um valor na construção de relacionamentos como forma de promover o envolvimento da comunidade em compromisso com o meio ambiente, segurança do trabalhador e responsabilidade pelo serviço de qualidade, pois tendem a ter reflexos econômicos.

Colaborar com questões da comunidade leva a projetos com múltiplas dimensões que geram sinergia de resultados sustentáveis. Com isso a comunidade vê a organização como mais do que uma organização de saúde, mas como um parceiro da comunidade.

 

Adm Prime

Nossa proposta é oferecer soluções em Comunicação, Planejamento Profissional e Capacitação para o alcance dos melhores resultados, através do nosso conteúdo digital e ferramentas de publicação,proporcionando aos profissionais, insights e melhores práticas para liderar a si mesmos e as suas organizações de forma eficaz e com impacto positivo.

Últimos posts por Adm Prime (exibir todos)