Edifícios Hospitalares Sustentáveis
Edifícios Hospitalares Sustentáveis

 

A Hotelaria Hospitalar ganha cada vez mais importância em meio às mesas de debate que permeiam a área da saúde. Isso porque, construir um ambiente saudável e acolhedor gerando assim bem-estar ao paciente é o grande diferencial de atendimento que as instituições de saúde podem construir.

Neste âmbito, atualmente, de acordo com a Administradora e Consultora, Teresinha Covas Lisboa, coordenadora científica do Congresso de Hotelaria Hospitalar, durante o 38º Congresso de Gestão Hospitalar, é necessário investir cada vez mais em tecnologia e educação permanente.

Seguindo essa premissa, segundo Teresinha, todas as ações devem ser voltadas para a melhoria contínua, em qualquer âmbito do hospital, seja clínico ou administrativo e é aí que a Hotelaria Hospitalar se apresenta, atendendo os pacientes e demais clientes com hospitalidade e humanização, pensamentos que se ajustaram aos tópicos escolhidos pela Comissão Científica do Congresso, que promoveu então, debates em torno de temas como: Edifícios Hospitalares Sustentáveis, Gerenciamento de Leitos e Humanização com a apresentação do Projeto Amicão.

Assuntos, estes, apresentados por palestrantes de grande expressão como o Administrador Marcelo Boeger, Presidente da Sociedade Latino-Americana de Hotelaria Hospitalar, Dra. Luz Maria Loo, representando o Ministério da Saúde do Perú e Dr. Antonio Tadeu Fernandes, Infectologista de expressão que palestrou sobre os riscos de hospitais em obras e a infecção hospitalar.

Sobre o debate a respeito da sustentabilidade dos edifícios hospitalares, a coordenadora do Congresso aponta que cuidar daestrutura e infraestrutura das instituições de saúde investindo em projetos sustentáveis, ganha ainda mais importância em tempos de crise.

Construções racionais, flexíveis e que se utilizam de tecnologias, que permitam, por exemplo, a redução no consumo de energia ou água levam economia e coíbem desperdícios. Além disso, o ambiente saudável e confortável que será criado a partir do projeto que utiliza recursos naturais propiciará também o bem-estar e satisfação dos pacientes e demais usuários. Os desafios da Hotelaria Hospitalar estão sobre a mesa. Os investimentos devem ser feitos, independentemente da natureza da instituição de saúde.

“Os desafios são os mesmos, tanto para hospitais públicos quanto privados, porém tratados de formas diferentes. Temos hospitais privados que possuem mais facilidade na administração de serviços pela sua própria natureza, muito embora possam passar por crises, mas com uma administração mais flexível e com facilidade de implantação de projetos.

Em contrapartida, temos o hospital público dependente de verbas governamentais e que lutam para que os usuários dos serviços tenham um atendimento de qualidade.

Porém, há projetos como o HumanizaSus, Política Nacional de Humanização existente desde 2003, e que visa efetivar os princípios do SUS no cotidiano das práticas de atenção e gestão e, também, qualificar a saúde pública no Brasil. Através dele, os profissionais da hotelaria hospitalar da rede passam por processos de qualificação, proporcionado melhorias no setor”, conclui Teresinha.

Adm Prime

Nossa proposta é oferecer soluções em Comunicação, Planejamento Profissional e Capacitação para o alcance dos melhores resultados, através do nosso conteúdo digital e ferramentas de publicação,proporcionando aos profissionais, insights e melhores práticas para liderar a si mesmos e as suas organizações de forma eficaz e com impacto positivo.

Últimos posts por Adm Prime (exibir todos)